Ola!

"A felicidade não passa de um sonho, e a dor é real... Há oitenta anos que o sinto. Quanto a isso, não posso fazer outra coisa senão me resignar, e dizer que as moscas nasceram para serem comidas pelas aranhas e os homens para serem devorados pelo pesar."(Schopenhauer)

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Escreve-me(Scrivimi)

Escreve-me, todos teus segredos, este excogitar, esses medos que te tomam a qualquer que ama, a qualquer que dar e vê, talvez eu feche os olhos, ou me prenda para não ter que tomar minha vista ao que não seja você,

Escreve-me, mais uma vez daquelas cartas tuas, daqueles ecos de palavras soltas...mudas todo o meu sobejar, e este pensar notório que transcrevo, a imagem toda tua que vejo, hoje é meu pestanejar,

Escreve-me, como o fez nos meus lábios, outra noite era chocalho de cobra a sibilar, tece toda a tinta de teu batom no meu pescoço, aviva em mim esse viço moço que outrora trouxe para me domar,

Escreve-me, mas fazei-lo como dantes todos os poetas delirantes, que buscam no mundo a alma inspirar, esta pena força toda a intenção, move-me o coração e faltam paginas para eu chorar,

Escreve-me, por derradeiro que sejas, assim tu me deixas como outros...faz-me sonhar...e eu triste em fim ei de pensar, que absorto desejo fez numa mulher todo este pejo, esta sina minha...ah!que não me leve a pecar,

Escreve-me, enquanto essa saudade passa...passa por mim teu cheiro, teus gostos e marcas, o que fez brotar um jardim, cheio de jasmim, mas nas margaridas te florí, num novelo de saudade, procuro tanto, como eu te procurei assim; para sempre minha metade.

(Cléber Seagal)

Um comentário:

  1. Escreve-me sempre essas belas palavras para eu poder ler e agraciar...

    ResponderExcluir