Ola!

"A felicidade não passa de um sonho, e a dor é real... Há oitenta anos que o sinto. Quanto a isso, não posso fazer outra coisa senão me resignar, e dizer que as moscas nasceram para serem comidas pelas aranhas e os homens para serem devorados pelo pesar."(Schopenhauer)

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Ausência



Já foste dormir anjo;
Que me guarda sem demora.
Entre deitar e o amanhecer;
Mais um dia, mais uma espera de tantas outras de outrora.
Estou sozinho neste sorrateiro negro das noites.
A procura de ti a me comprometer.
Ver a madrugada correr adentro sem te ser,
Com o báculo que acena horas, infatigáveis de demoras.
De relance me lembro que a contadas notas fui teu parceiro,
Entre frases, palavras e anedotas.
Meu sorriso no teu sorveu nosso tempo,
Tu voz clara, simbólica.
E eu a te escutar como nuns umbrais,
Vacilos de quem ama mais,
Te amo sem encarne de dores, de tramas, de males mais.

(Cléber Seagal)